25 agosto 2012

Capitulo 27


Parei em frente ao quarto, olhei bem pra porta, mais uma vez respirei fundo. Coloquei minha mão sobre a maçaneta da porta, a girei e finalmente consegui abri-la.

Quando abri a porta vi meu pai deitado em uma cama e minha mãe em uma cadeira sentada ao seu lado. Eles olharam pra mim e sorriram. Também sorri pra eles, mais além do sorriso também haviam lagrimas em meus olhos. Não lagrimas de tristeza como as que haviam em meu rosto á alguns dias atrás, mais sim de alegria por ver que meu pais não haviam me abandonado como eu havia pensado.

Corri ate eles e dei um abraço forte nos dois ao mesmo tempo.

Eu não conseguia acredita que aquilo realmente estava acontecendo, há uma semana eu pensava que nunca mais poderia abraça os meus pais novamente e isso finalmente esta acontecendo.

Dianna: Calma querida, ta tudo bem. - minha mãe falava acariciando os meus cabelos.
Demi: Eu pensava que nunca mais ia poder fazer isso. - eu falava em meio ao choro.
Eddie: Mais ta tudo bem, não precisa mais se preocupa pequena.
Me separei do abraço deles e me sentei no canto da cama.
Demi: O que aconteceu?
Dianna: Quando o avião tava próximo de cair, seu pai achou um paraquedas, mais só tinha um. O piloto pediu pra nós irmos, a gente ainda tentou achar um mais não encontramos nada. Nós pulamos e caímos próximos a ilha, logo depois vimos o avião explodir. Depois vimos nossas malas boiando na agua.
Demi: E o Patrick?
Dianna: Eu não acredito que esse cretino apareceu depois de tanto tempo.
Demi: A história que a tia Mandy contou é verdade.
Dianna: Sim, é verdade.
Eddie: Eu vou intender... - interrompi ele.
Demi: Vai intender nada, você é meu pai. Foi você quem me criou e eu não vou te trocar por seu ninguém, ainda mais por um cara que nem queria que eu nascesse. - ele sorriu pra mim depois de ouvir minhas palavras.
Dianna: Bom, se você conheceu o Patrick quer dizer que você também conheceu a Dallas.
Demi: Sim, ela é ótima. Nesse tempo ela ficou me mandando algumas mensagens que me ajudaram bastante.
Eddie: O que aconteceu nesse mês que a gente passou fora?
Demi: Nada, as mesmas coisas de sempre. Escola, amigos, festinhas, passeios e só.
Dianna: E o coração como ta?
Demi: Batendo. - comecei a rir.
Dianna: Demetria! - ela falou em tom de riso.
Demi: É serio, ele continua batendo aqui.
Eddie: E espero que continue assim. Batendo só pra você e por mais ninguém.
Demi: Meu pai é tão ciumento. - eu e minha mãe rimos.

Continuamos conversando sobre todo tipo de assunto. Aquilo era tão bom pra mim, poder conversa com eles, poder rir com eles, poder sentir que eles estavam comigo. Aquilo me mostrava que as coisas podem mudar, me mostrou que pra poder chagar a luz eu tinha que passa pela escuridão.

Demi: Acho melhor eu sair, a Dallas quer fala com vocês.
Dianna: A ultima vez que a gente viu ela foi antes de saímos de viagem.
Demi: Espera, por que vocês nunca me falaram dela?
Dianna: A gente achou melhor, a gente não queria que o Patrick se aproximasse de você.
Demi: Então ta. Vou chamar ela, depois eu venho aqui.
Dianna+Eddie: Ok.

Sai do quarto e voltei para a sala de espera.

Demi: Entra lá Dallas, eles tão te esperando. - falei sorrindo.
Dallas: Ok, vou lá. - ela respirou fundo e levantou-se da cadeira em que estava sentada.

Abracei ela e depois me sentei do lado de Selena e também a abracei.

Demi: Quando eles vão sair daqui?
Mandy: Amanhã, seu pai vai ficar aqui por causa da gripe e sua mãe quer ficar com ele, mais amanhã cedo eles vão pra casa. - sorri pra ela.
Sel: Mãe, eu tô com fome. - falou como uma menininha de 8 anos.
Comecei a rir dela.
Mandy: Já ta tarde mesmo, vão comer alguma coisa. Depois eu peço pra Dallas encontrar vocês no restaurante do hospital. - ela falou também rindo de Selena.
Demi: Não tia, diz pra ela encontra a gente em uma lanchonete que tem aqui perto. Eu não gosto de comida de hospital.
Mandy: Ok.

Eu e Selena fomos ate a lanchonete que ficava no mesmo quarteirão do hospital. Chagamos na lanchonete, nos sentamos em uma mesa e fizemos os nosso pedido.

Demi: Sel, eu tô tão feliz.
Sel: Imagino, eu também tô feliz. Afinal eles são os meus tios, né?
Demi: Fato.
Sel: Demi, olha que gato aquele menino que ta entrando.

Me virei pra porta e com toda certeza aquele menino era um gato.

Demi: Uou, que gato.
Sel: Fato, bem que podia aparecer um desses ai la em casa.
Demi: Já desencanou do Justin, foi?
Sel: Jamais, mais enquanto o Justin não desenrola eu ficava com um desses.
Demi: Safada - comecei a rir dela.
Sel: Qual é? Tenho certeza que você também ficava com um desses enquanto o Joe não desenrola.
Demi: Acho que não.

 Senti meu celular vibrando dentro da bolsa, quando pego era uma mensagem, a qual o número não tinha identificação:

"Você pensa que seu pesadelo acabou? Pois pode se prepara por que quando você volta, ele só vai esta começando."

Fiquei encarando aquele celular com medo. O que essa pessoa estava querendo dizer? Como assim meu pesadelo só estava começando?

Aquela mensagem me deixou apavorada, eu não sabia o que estava acontecendo, eu não sabia o que ia acontecer. Aquilo me parecia uma ameaça, mais quem iria me ameaça?

Selena ficou olhando pra mim, e quando viu que eu estava encarando o celular com uma expressão de medo, pegou o celular de minha mão.

Sel: "Você pensa que o pesadelo acabou? Pois pode se prepara por que quando você volta, ele só vai esta começando". Que mensagem é essa? De quem é?
Demi: Eu não sei... - falei balançando a cabeça com a voz tremula.
Sel: O número ta em desconhecido. Quem seria um monstro bastante pra te manda isso?
Demi: Eu não sei. Selena eu tô com medo, isso me parece ser serio.
Sel: Calma, deve ser um trote ou alguém querendo brincar com você.
Demi: Quem ia querer fazer uma brincadeira comigo?
Sel: Eu não sei.
Demi: Selena, não fala dessa mensagem pra ninguém, por favor.
Sel: Por que?
Demi: Eu quero esse momento com os meus pais, eu não quero que eles se preocupem comigo.
Sel: Tudo bem Demi, eu não falo com ninguém.

Logo os nosso lanches chegaram. Quando começamos a comer Dallas chegou com um sorriso no rosto.

Dallas: Oi meninas.
Semi: Oi.
Demi: Falou com eles?
Dallas: Falei sim e eu tenho uma novidade.
Semi: Conta.
Dallas: Eu vou mora com você em Nova Jersey.
Semi: AAAAAAAAAAAAAAH. - fizemos um pequeno escândalo.
Dallas: Parem de gritar, as pessoas já estão começando a olhar.
Demi: Você vai volta com a gente?
Dallas: Sim, no começo eu vou ficar em um hotel ate encontra um apartamento perto da escola de vocês, e vocês duas vão mora comigo.
Sel: E por que você não vai mora com a gente?
Dallas: Por que eu não sei se vocês sabem mais eu já tenho 21 anos, e lá onde vocês moram só pode ir mora ate os 19 anos.
Demi: Não tem graça.
Dallas: Mais a gente vai morar bem perto da atual casa de vocês, isso quer dizer que você vão poder ir sempre visita os amigos de vocês.
Demi: Mais eu quero continuar lá em casa.
Sel: Eu também.
Dallas: Ok, então. Vocês continuam lá, e eu compro um apartamento pra mim.
Demi: As pessoas não gostam das irmãs, mais eu arrumei a melhor que se podia arrumar.
Dallas: Claro, eu sou a melhor irmã do mundo.

Nós começamos a rir.

Dallas pediu alguma coisa pra poder comer. Quando ela terminou nós voltamos para o hospital.

Ficamos lá te a noite, e depois voltamos pra casa.

Eu, Selena e Dallas resolvemos assistir um filme pra passa o tempo. Dallas se sentou em uma poltrona. Selena se sentou em um sofá e me deitei no colo dela. Coloquei meu celular sobre minha barriga.

Estávamos assistindo um filme qualquer. Dallas não havia gostado do filme, então resolveu pegar meu celular, não sei bem pra que.

Eu e Selena continuamos assistindo o filme ate que ela desligou a televisão.

Dallas: "Você pensa que o pesadelo acabou? Pois pode se prepara por que quando você volta, ele só vai esta começando". Que mensagem é essa Demi?
Continua
                                    
Oi meus chocolates! Como vocês estão?
Demi descobriu que seus pais realmente estão vivos.
Mais no mesmo dia começou a receber mensagens ameaçadoras. Quem será que ta mandando essas mensagens pra ela?
Vidas essa semana vou entrar na temida semana de provas, mais não se preocupem por que eu não vou para de posta. Pode ser que eu demore um pouco, mais não vou para de posta.
Desculpem pelo capitulo que ta horrível, mais hoje me faltou criatividade.
Comentem pra mim saber se vocês estão gostando.
Qualquer coisa tô no Twitter.
BeiJonas com Glitter xoxo**









4 comentários:

  1. Ameeeeeeei!!!!!!!
    Muito perfeito esse capitulo!!!!!!!!!!!
    Quem será que está mandando essas msgs???
    Por favor posta logo!!to amando!! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ;]
      Vou posta o mais rápido possível ;]

      Excluir
  2. oi amor vi seu comentario no meu blog *-------*
    sera que poderia divulgar o meu blog aqui ? eu agradeceria .
    http://jemionelastbreath.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *O*
      Desculpa, eu ia divulga nesse capitulo mais acabei esquecendo, mais pode deixa que próximo capitulo eu não esqueço ^^

      Excluir