07 setembro 2012

Capitulo 30


Joe: Please be mine.

Ele continuou olhando no fundo dos meus olhos esperando uma resposta que eu por um acaso não sabia. Eu estava boquiaberta, eu estava completamente sem reação, não era todo dia que um menino - ainda mais o que eu estava afim - vinha me pedir em namoro cantando uma música daquele jeito.

Demi: Uou - respirei fundo - calma, isso é o que eu tô pensando?
Joe: Acredito que sim, já esperava?
Demi: A Miley falou.
Joe: A Miley é muito fofoqueira.
Demi: Não fala assim dela - rir de leve.
Joe: Então qual é a sua resposta?
Respirei fundo, aquilo ainda não me parecia ser verdade.
Demi: Isso é serio, né?
Joe: Logico que é serio - ele pegou uma caixinha que estava dentro de seu bolso, abriu e colocou em minha frente. Havia um anel lindo lá dentro. Ele olhou pra mim e sorriu, eu também sorri e abaixei minha cabeça.
Demi: Eu aceito - falei ainda com a cabeça baixa.
Joe: Isso é serio? - ele falou levantando a minha cabeça repetindo o que eu havia falado em poucos minutos.
Demi: Logico que é serio - olhei pra ele e nós dois rimos.

Ele pegou minha mão e colocou o anel de compromisso.

Ele foi se aproximando de mim, pegou uma das minhas mãos e entrelaçou com uma das mãos dele e sua outra mão colocou uma das mechas de meu cabelo atrás de minha orelha e em seguida ele me beijou. Um beijo suave, mais ao mesmo tempo que era suave, ele era apaixonado. Naquele beijo não faltava nada, aquele era o beijo perfeito.

Meu celular faz alerta de mensagem e faz com que nós no separássemos.

Peguei minha bolsa que estava do meu lado e em seguida peguei meu celular que estava la dentro.

"Esse seu namoro vai acabar o mais rápido do que você pensa. Não ache que sua vida ira fica mais fácil por que a parti de agora ela só piora"

Fiquei olhando o celular assustada. Como essa pessoa sabia que eu estava namorando? E Por que ela estava dizendo que minha vida ia piora a parti de agora?

Joe: O que foi, princesa?
Demi: Nada, é só mensagem da operadora - falei colocando o celular novamente em minha bolsa.
Joe: Você não ia ficar tão assustada olhando uma mensagem da operadora, deixa eu ver.
Demi: Não era nada, é serio.
Joe: Demi... - ele me olhou com um olhar de autoritário.
Demi: Ta bom, só vou mostrar por que eu sei que se não mostra você vai passa o resto da semana me enchendo - peguei meu celular novamente e ele leu a mensagem.
Joe: Quem te mandou isso?
Demi: Eu não sei, quem manda essas mensagens sempre manda em anônimo.
Joe: E essa pessoa já te mandou outras mensagens?
Demi: Mandou só uma, com essa dai formam duas.
Ele olhou a outra mensagem.
Joe: Quem ia quere mandar essas mensagens pra você?
Demi: Eu não sei, no começo eu pensava que era trote por ser só uma mensagem, mais depois dessa... espera, como será que essa pessoa sabe que a gente ta namorando se a gente ainda não falou pra ninguém?
Joe: Não sei - ele falou olhando para os lados para ver se via alguém.
Demi: Não tem como ter mais ninguém aqui com a gente, se tivesse a gente já ia ter escutado essa pessoa se mexendo ou ate respirando.
Joe: Pior que você ta certa. Vai ficar tudo bem, pequena.
Sorri pra ele.
Joe:  Vamos da uma volta?
Demi: Vamos.

Ele se levantou e em seguida me ajudou a levantar. Entrelaçamos os nosso dedo e saímos andando. Começou a ventar um pouco mais forte e Joe me abraçou de lado.

Demi: Era isso que você queria que eu pensasse quando eu fui viajar?
Joe: Isso mesmo, e pelo visto você pensou bastante - ele riu.
Demi: Podemos dizer que sim.
Joe: Quer ir pra onde depois daqui?
Demi: Não sei, pra onde você vai me levar?
Joe: Não sei ainda - ele riu.
Demi: Vamos pra pracinha lá perto de casa?
Joe: Vamo.

Fomos ate o carro dele, ele abriu a porta para que eu pudesse entrar e em seguida seguiu para o lugar do motorista.

Durante o caminho fui falando sobre a viajem, sobre os meus pais, sobre a minha irmã ate que eu toquei em um assunto que não agradou muito ele.

Demi: Lá eu conheci um cara que brincava comigo quando eu tinha 5 anos.
Joe: E quem é esse cara? - ele perguntou com uma pontinha de ciúmes.
Demi: É um tal de Wilmer, ele é sobrinho daquele ator que a Hailey tanto ama.
Joe: E você passou muito tempo com esse cara?
Demi: É impressão minha ou você ta com ciúmes? - perguntei quase rindo.
Joe: É impressão sua.
Demi: Eu passei muito tempo com ele, ele é super legal, super maneiro e ainda tava me flertando - falei segurando o riso, só pra ver Joe irritado.

Depois que eu falei isso ele fechou a cara e não falou mais nada. Será que ele não percebeu que era só uma brincadeira minha?

Demi: Eu não acredito que você ficou com raiva.
Joe: Eu não tô com raiva - ele falou ainda serio.
Demi: Imagina se tivesse! Olha eu tava só brincando ta, ele não tava me flertando. Na verdade ele tava só que eu falei que tinha namorado.
Joe: E você prever o futuro agora? - ele olhou pra mim e riu um pouco, e depois voltou a presta atenção no transito.
Demi: Não, mais tipo chegou um cara que tinha o dobro da minha idade me chamando de linda você queria que eu fizesse o que?
Joe: E ele te reconheceu depois de tanto tempo?
Demi: Não, quem falou que a gente já se conhecia foi o Edward.
Joe: Aquele ator?
Demi: Ele mesmo.
Joe: Agora eu não intendi.
Demi: Eu não te falei que ele era sobrinho do ator que a Hailey gosta, e segundo que eu saiba ele é esse ator.
Joe: E de onde esse ator te conhecia?
Demi: Ele é amigo do meu pai.

Antes que ele falasse mais alguma coisa nós chegamos a pracinha, ele desceu e em seguida abriu a porta para que eu saísse. Ele fechou o carro e em seguida entrelaçou seus dedos nos meus.

Joe: Em fala em pai, você não me explicou direito esse lance do cara que disse que era o seu "pai".
Demi: Ele era casado com a minha mãe, eles tiveram a Dallas. Quando ele descobriu que minha mãe tava gravida de mim eles brigaram e minha mãe saiu de casa, ele pegou a guarda da Dallas e minha mãe se casou com o meu pai.
Joe: Esse cara deve ter algum problema.
Demi: Ele não tem noção, isso sim.

Fomos ate um banco da praça e nos sentamos, Joe me abraçou de lado e ficamos lá conversando e namorando um pouquinho. Depois de um tempo, deitei minha cabeça em seu ombro e fechei meus olhos.

Joe: Ta com sono, pequena?
Demi: Não, só cansada.
Joe: Vamo pra casa?

Apenas assenti com a cabeça. Voltamos para o carro dele a logo chegamos em casa.

Quando chegamos todos estavam sentados discutindo alguma coisa, Taylor também estava lá.

Eu e Joe chegamos de mãos dadas. Todos olharam pra gente e nós dois apenas rimos.

Sel: Ai que casal bonitinho.
Demi: Cala a boca, Marie.
Nos sentamos no sofá junto com o pessoal.
Miley: O que a gente vai assistir afinal? - ela estava sentada do lado de Nick, abraçada com ele.
Sel: Eu quero assistir pretty little liars.
Miley: Mais eu quero assistir o filme.
Hailey: Eu também quero assistir o filme.
Taylor: Eu quero assistir pretty little liars.
Dani: Eu quero que vocês parem de brigas.
Miley: O que você quer assistir Demi?
Demi: Qual é o filme?
Hailey: Se a gente fala ninguém vai querer assistir.
Demi: Eu só vou escolher quando eu sabe qual o filme.
Miley: Atividade Paranormal.
Meninos+Demi: Filme.
Sel: Eu não gosto de filme de terror.
Taylor: Muito menos eu.
Demi: Votação, o filme ganhou.
Sel: Se eu não consegui dormi, a Demi vai passar a noite acordada.
Taylor: O Ian vai passa a noite acordado.
Demi: Tinha que sobre pra mim - revirei os olhos.

Miley que estava com o controle da tv colocou no canal que ia passar o filme. Durante o filme as que mais gritava eram a Selena e a Taylor. Eu, Hailey, Dani e Miley ficávamos rindo dos ataques que elas tinham.

Em uma das partes do filme, o medo tomou conta de mim eu abracei o Joe com toda a força do mundo. Ele riu de mim.

Quando o filme estava acabando Cris apareceu assustando todos.

Cris: Nossa assim da pra mim perceber o amor que vocês sentem por mim - ela falou rindo.
Sel: Dava pra ter aparecido mais cedo pra gente não assistir o filme.
Cris: Desculpa, mais eu tava ajudando a Dallas a prepara o jantar.
Demi: A Dallas cozinha? Espera ai, você cozinha?
Cris: Ha-ha - ela fingiu rir - engraçadinha. Não, eu não cozinho. Mais a Dallas faz uma comida deliciosa.
Sel: O que ela fez?
Cris: Vamos jantar que você descobri.

Dallas havia feito uma lasanha basicamente maravilhosa. Não sabia que minha irmã cozinhava tão bem.

(...)

Eu e Joe havíamos ido para o jardim. Nós estávamos sentados em um balanço no jardim, ele estava me abraçando por trás. Nós estávamos olhando o céu, como a gente sempre fazia, só que antes era ele em uma ponta do balanço e eu em outra (risos).

Demi: Você ficou com raiva quando eu falei do carinha?
Joe: Eu não fiquei com raiva, acho que eu fiquei com ciúmes.
Demi: Joseph Jonas com ciúmes de mim?
Joe: Quando eu tô apaixonado por uma menina de verdade eu fico com ciúmes dela.
Demi: E você ta apaixonado de verdade por mim? - virei minha cabeça para olha-lo.

Ele sorriu pra mim, mais antes que ele pudesse fala algo Dani apareceu. Nessa hora me deu uma vontade de mandar ela sair de lá, eu amo ela mais eu precisava saber se Joe realmente estava apaixonado por mim.

Dani: A Cris ta mandando vocês entrarem. Ela disse que amanhã tem escola - ela terminou de falar e em seguida entrou.
Joe: Vamos? - ele perguntou de levantando e me ajudando a levantar do balanço.
Demi: Vamos - me levantei e sorri de leve.
Fomos de mãos dadas ate a porta do meu quarto.
Joe: Ate amanhã, princesa.
Demi: Ate.
Ele me deu um selinho demorado.
Joe: Vai sonhar comigo?
Demi: Só se você prometer que vai sonha comigo - sorri, quase um riso.
Joe: Sempre - ele sorriu. Me deu mais um beijo e em seguida foi para seu quarto.

Entrei no meu quarto, vesti meu pijama e em seguida me joguei em minha cama. Ele não respondeu se estava apaixonado por mim, aquilo estava martelando em minha cabeça. Eu nunca fui esse tipo de menina que era romântica e fofa, eu nunca me importei se um cara não me dizia se me amava ou não, ou se ele dizia que era apaixonado por mim ou não. Mais com Joe era diferente, eu tinha necessidade de saber aquilo, era como se alguma coisa dentro de mim me falasse, que ele tem que dizer aquilo ou então não vai valer nada.

Em meio aos meus pensamentos escutei meu celular vibrando do meu lado, era mais uma mensagem daquele anônimo.

"Não mostre essas mensagens pra ninguém, ou então seus amiguinhos iram sofrer todas as consequências. Amanhã na hora do intervalo vá para a parte de trás da escola... sozinha"

Agora eu já estava ficando com medo. Quem era essa pessoa que estava mandando essas mensagens, e o pior é que eu não posso falar pra ninguém. O que eu vou fazer agora?
Continua
Heey minhas cerejinhas, como vocês estão?
Esse lance de ter dia pra posta não ta dando muito certo pelo fato que eu tô sem nenhum capitulo pronto aqui, então eu acho que é melhor posta conforme os capítulos forem ficando prontos. 
Eu tenho uma novidade, esse mês vou postar uma mine-fic \o/. Ela ainda não esta totalmente pronta, mais assim que eu terminar de escrever ela, eu posto aqui. E pode ser que antes de Jemi Inexplicable Love acabar eu ainda poste mais uma mine-fic, que não é Jemi, é uma que eu tô escrevendo junto com Lary (Uma das minhas melhores amigas).
Feliz dia da independência pra vocês ;]]
Comente, e se puderem divulguem, a fic.
Qualquer coisa eu tô no Twitter.
BeiJonas com Glitter xoxo**













3 comentários:

  1. Quem está mandando essas msgs???? Vou morrer de curiosidade!! Posta logo por favor!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma, calma. Daqui a pouco você vai descobrir quem é.

      Excluir
  2. TO AMANDO, DIVULGA MINHA FIC? ELA É A PRIMEIRA QUE EU FAÇO http://fanficdossonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir